Política Nacional e Regional Auxílios Estatais Renováveis

Pandemia aumenta a procura comercial de energias renováveis

30 Março 2020
Pandemia aumenta a procura comercial de energias renováveis

A pandemia da covid-19 está a perturbar as indústrias em todo o mundo, incluindo as energias renováveis. Com tantos trabalhadores presos em casa, os especialistas advertem que a procura de energia renovável por parte das empresas pode diminuir.

Os projectos solares ligados a acordos de compra de energia eléctrica de empresas na Europa poderiam ser atrasados pelo surto do vírus e novos projectos estão a ser pausados, disseram analistas alemães à PV Magazine estasemana.

Dado o actual nível de preços à vista na Europa, o consultor sénior da Enervis, Tim Steinert, disse ao outlet.

"Se compararmos os actuais preços por grosso com os custos totais dos projectos, não veremos qualquer mercado onde um modelo de negócio sem subsídios ainda esteja a funcionar nas actuais condições de mercado", disse ele, acrescentando que espera-se que isso mude até ao final deste ano ou ao início de 2021.

A procura comercial e industrial de energia renovável é uma área de preocupação em todo o mundo, disse Rafael McDonald, director de gás, energia e futuros energéticos da IHS Markit, num recente webinar,de acordo com a Greentech Media.

"Estamos a falar de uma recessão...pelo menos uma recessão americana e provavelmente mais de uma recessão global, e esperamos que isso conduza a um crescimento da procura de energia plana a negativa", disse ele.

Nos Estados Unidos, onde os créditos fiscais federais para as energias renováveis já estavam a desaparecer, mais de 500 empresas solaresassinaram esta semanauma carta ao Congresso pedindo políticas para ajudar a estabilizar a indústria. As sugestões incluíam a aprovação de uma prorrogação plurianual do Crédito Fiscal de Investimento Solar (ITC), e o adiamento dos prazos de colocação em serviço.

Mas o pacote de estímulo de quase 2 triliões de dólares aprovado pelo Senado na quarta-feira não inclui qualquer alívio para o sector das energias renováveis,informou hoje a Utility Dive. O Presidente Trump e o líder da Maioria do Senado Mitch McConnell opôs-se à assistência para a indústria das energias renováveis.

Subsistem questões sobre o que irá acontecer aos planos de energias renováveis das empresas a nível mundial.

Mesmo numa recessão, a dinâmica do mercado das energias renováveis corporativas permaneceria provavelmente intacta: energia eólica e solar de baixo custo, mercados voláteis de combustíveis fósseis, e pressão para descarbonizar, de acordo com a Greentech Media.

Contudo, o mercado advertiu que a queda dos preços da energia por grosso e uma recessão global que afecta a solvabilidade das empresas poderiam levar as empresas a reavaliar as suas necessidades energéticas ou adiar as decisões de investimento.

 

Autor: Alyssa Danigelis

Crédito de imagem: Unsplash

Este artigo foi publicado anteriormente em Environment + Energy Leader.