Projectos Gestão de Energia Indústria 4.0

Auditoria energética e realidade aumentada: como combiná-las? Inovação RETROFEED acelerada pela COVID-19

05 Janeiro 2021 por Adri Pap
Auditoria energética e realidade aumentada: como combiná-las? Inovação RETROFEED acelerada pela COVID-19

Auditoria energética em tempos de COVID-19: A experiência RETROFEED da realidade aumentada

 

Um evento online organizado pelo projecto RETROFEED em 2 de Dezembro de 2020

 

 

 

Os parceiros da indústria RETROFEED partilharam a sua experiência de trabalho com gestão de energia e auditorias energéticas durante protocolos sem precedentes exigidos pela situação da COVID-19. O evento em linha que facilitou esta troca de conhecimentos, e que teve lugar após uma III Assembleia Geral bem sucedida, contou com a participação de representantes da indústria, fornecedores de tecnologia e institutos de investigação, com a presença de mais de 100 pessoas.

 

 

 

O evento mostrou a variedade de respostas inovadoras às circunstâncias imprevistas trazidas às indústrias em 2020. Liderado e apresentado pela coordenadora do projecto Fundación CIRCE, o evento incluiu algumas reflexões da Comissão Europeia, representada pela coordenadora do projecto Lucia Fernandez Macia da DG Investigação e Inovação, seguida de uma sessão de demonstração de auditoria energética e realidade aumentada relacionada pela RINA Consulting S.p.A . Prosseguiu com painéis interactivos com alguns dos principais agentes industriais dos sectores agroquímico, alumínio, cerâmica e aço (FERTIBERIA, ASAŞ Aluminium, TORRECID, FERRIERE NORD, SILCOTUB) e terminou com o projecto duplo, REVaMP representado pela BFI.

 

 

 

As respostas à pandemia dentro do evento variaram desde o pacote de estímulo abrangente da Comissão Europeia para uma Europa mais verde, mais digital e resiliente, até à implementação de uma realidade aumentada nas auditorias energéticas. Uma solução para a gestão remota de energia foi o exemplo central apresentado durante o evento: o capacete de fibra utilizado pelos utilizadores finais RETROFEED, que fornece um conjunto abrangente de ferramentas e medições necessárias para a realização de auditorias energéticas à distância. Implantado pela RINA em discussão com o pessoal no local, o capacete e as suas ferramentas relacionadas respondem às necessidades exactas da indústria durante estes tempos sem precedentes.

 

 

 

O potencial de inovação nas indústrias foi afirmado não só pelos utilizadores finais, integrando a realidade aumentada nas suas auditorias energéticas, mas também pela progressão contínua do equipamento de retroajuste ao longo de toda a pandemia. Embora as circunstâncias tenham sem dúvida dificultado o planeamento previsto, os utilizadores finais conseguiram adaptar-se e colaborar eficazmente a fim de acompanharem os requisitos do projecto, adoptando sempre um plano de contingência.

 



 

Globalmente, as discussões do evento online estabeleceram o RETROFEED como um excelente exemplo de projectos da UE que lidam com os desafios do nosso tempo com flexibilidade e resiliência através da inovação e tecnologia.

 

 

 

O evento foi registado e pode ser encontrado no website do projecto - www.retrofeed.eu/retrofeed-dissemination-event

 

 

 

Para mais informações

 

Dra. AnaIsabel Gonzalez Espinosa (CIRCÉ- Coordenadora de Projecto) aigonzalez(at)fcirce.es

 

Dr DiegoRedondo Taberner (CIRCÉ- Gestor do Projecto) dredondo(at)fcirce.es

 

MariannaSantavenere (EEIP- Comunicação e Divulgação) marianna.santavenere(at)ee-ip.org

 

Este projecto recebeu financiamento do programa de investigação e inovação Horizon 2020 da União Europeia ao abrigo do acordo de subvenção n.º 869939. A responsabilidade pela informação e pelas opiniões expostas neste comunicado de imprensa cabe inteiramente aos seus autores. A Comissão Europeia não é responsável por qualquer utilização que possa ser feita da informação que contém.

 

null

 


Sobre Adri Pap

Pap

Adri trabalha como Gestora de Projectos e Comunicações na EEIP. Possui um Mestrado em Desenvolvimento Internacional, com formação em desenvolvimento sustentável e comunicação para transições sustentáveis. Ela trabalha na gestão de projectos da UE desde 2018. Ela está interessada em trabalhar com dados, praticar as suas capacidades de gestão e conceber visuais para inspiração no sentido da sustentabilidade.


Conteúdo relacionado